E porque não? Vamos recuperar nossa memória?

Propagandas, trilhas sonoras, programas de televisão, revistas, crônicas, fotografias e tudo mais que fez história em nossas vidas e
que foram ficando pelo caminho, através do tempo .

I recommend the use of automatic translators for completion of reading this blog in their language of origin.

As Profissões

Tipos humanos e seus ofícios

Profissões herdadas dos nossos colonizadores, que hoje já não seriam mais possíveis de serem exercidas. Portanto, algumas foram extintas e outras transformadas para atenderem a evolução dos tempos.


amolador de facas e tesouras



costureiras



leiteiro



barbeiro



lavadeiras



engraxate



fotógrafo lambe-lambe



modista



calista



padeiro



sapateiro



telefonista



mascate - vendedor de tecidos



vendedor de bengalas



propagandista



relojoeiro


Imagens séculos XIX e XX


11 COMENTE ESSE POST:

Anônimo disse...

Muito, mas mesmo muito interessante.
Auguro o maior sucesso.

Anônimo disse...

Que bacana a idéia desse blog . Denise e Marcos vocês estão de parabéns . EStendo meus votos aos amigos que estão juntos com vocês .
Cheirinho de naftalina , que coisa boa.
De, obrigada pelo convite . O ASas Róseas pode ser divulgado sim , mas nao precisa se preocupar amiga pois só o que quero é estar entre vocês.

Daniel Santos disse...

Muito bem.

Francisco Coelho disse...

Mas que otimo,podemos comaparar e ver como esse mundo mudou,só não sei se foi pra melhor.

Abç

Luiz Santilli Jr disse...

Grandes lembranças Denise

Isto me leva à infância, quando morava no Bixiga, bairro tradicional de italianos, onde hoje há a maior concentração de cantinas e padarias de pão italiano de São Paulo.
Me lembro do judeu que descia minha rua gritando:"Compa ropa veia"!
E do senhor que descia a mesma rua com suas cabritas, oferecendo leite fresco de cabra!
Do tempo que meu avô me levava tranqüilamente ao centro da cidade, para ver o Viaduto de Chá, a Catedral da Sé e o Teatro Municipal!
Meu avô era militar mas nem preciva de sua arma para este pesseio com seu neto, a cidade era muito segura!
Nem armado iria dar aquele passeio hoje!
Tenho pena das gerações atuais, elas não sabem o que é viver num mundo bem melhor, muito mais seguro!

Flora Maria disse...

Oi, Denise:
Excelente blog, do jeito que gosto, cheio de "velharias" deliciosas.
Enquanto eu cultivo minhas raízes portuguêsas, e mergulho na minha paixão por Minas Gerais, meu marido retrata sua infância carioca nas décadas de 1940/1950 no seu blog "Na era do Rádio". Dê uma olhada que v. vai gostar. É só procurar no meu Gosto Muito do blog Flora da Serra.

Parabéns pelo Aqueles Tempos.
Beijo
Flora Maria

Petrus disse...

I like your collection of old photographs - muy bien !

Eduardo.P.L. disse...

Denise,

estou linkando no Varal! Desejo muito SUCESSO!

Marcos Santos disse...

Só faltou o tripeiro.

Martini Bianco disse...

Que blog tao interessante voce tem! Estou surpreendido! Por favor me tire uma duvida: Essas fotos são de localidades do Brasil, ou de Portugal? Quase que juro que a 2a foto (das costureiras) é no Chiado, em Lisboa, mas não tenho a certeza, ou então muitos traços da arquitetura e das ruas do Brasil são idênticas às de cá. Um abraço desde Portugal e muito sucesso na divulgação de todas as essas relíquias que são parte da nossa identidade.

Beatriz Helena. disse...

Realmente muito interessante, sobretudo para observarmos como o mundo vai mudando, como não devemos nos apegar à aparência do mundo, mais à vida - que é o que nos devia interessar.

Seguidores

TAMBÉM TEM MEMÓRIA

Presentes Recebidos

Ganhamos esse prêmio do amigo Gilberto. Clique e conheça um pouco sobre A Era do Rádio.
Photobucket
Obrigado Gilberto

Receba postagens

Enter your email address:

Delivered by FeedBurner

Pesquisa personalizada